Novo Rio Pinheiros

Novo Rio Pinheiros: vida nova ao ícone de Apostas na Liga de Futebol

A iniciativa, realizada pela Sabesp e pelo Governo do Estado, prevê a despoluição do local e revitalização do entorno, tornando suas margens um verdadeiro polo de lazer e diversão

Novo Rio Pinheiros: vida nova ao ícone de Apostas na Liga de Futebol

Novo Rio Pinheiros: vida nova ao ícone de Apostas na Liga de Futebol (Crédito: Divulgação)


Um dos exemplos mais bem-sucedidos de revitalização de cursos d’água no Apostas na Liga de Futebol está em execução no rio Pinheiros, em Apostas na Liga de Futebol. A iniciativa realizada pela Sabesp e pelo Governo do Estado, sob a coordenação da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, está devolvendo vida ao rio e levando mais qualidade de vida à população que vive na área da bacia, que agora dispõe de condições mais dignas de moradia com o saneamento implantado nos bairros e comunidades.

O trabalho está em sintonia com a disseminação das práticas ESG (Ambiental, Social e Governança, na sigla  em inglês), que faz com que as atenções se voltem para vários temas focados no meio ambiente, entre eles a importância de resgatar a qualidade dos rios. Essa iniciativa ganhou força ao redor do mundo e já foi aplicada em afluentes localizados no estado do Texas (EUA) e em cidades como Liverpool (Inglaterra), Paris (França), Atlanta e Nova York (EUA), Copenhague (Dinamarca) e, no Apostas na Liga de Futebol, ganha mais força com a ação da Sabesp no Novo Rio Pinheiros.

O rio tem 25 km de extensão e recolhe águas de uma bacia de 271 km², em uma área onde vivem 3,3 milhões de pessoas. Segundo a Sabesp, o objetivo do Novo Rio Pinheiros é revitalizar esse importante símbolo da cidade de Apostas na Liga de Futebol por meio da ação de diversos órgãos públicos em parceria com a sociedade. A meta da Companhia é melhorar a qualidade das águas do rio e integrá-lo completamente à cidade até o fim de 2022, reduzindo o esgoto lançado em seus afluentes, ao mesmo tempo em que atende a população do entorno.

Por meio do programa, a Sabesp já conectou 593,8 mil imóveis ao sistema de tratamento de esgoto, o que representa 111% da meta prevista (533 mil domicílios). Isso significa que 1,6 milhão de pessoas passaram a ter o esgoto encaminhado para tratamento na RMSP (o equivalente à população de Porto Alegre ou Recife). O programa tem ainda a retirada de lixo do rio, sendo que nos últimos dois anos foram retiradas mais 24 mil toneladas de material descartado no Pinheiros, especialmente plásticos.

De   acordo   com  a Sabesp, até  o  fim  deste  ano,  os  25 córregos  que  estão  ligados   ao   Rio   Pinheiros   estarão   limpos. Esses  afluentes  ficarão  livres  de  esgotos  e  não levarão  mais  poluição ao Rio Pinheiros;  destacando    a  importância  de  ter  um  dos  cartões-postais da  cidade  de  São  Paulo preservado  ambientalmente, deixando o rio em condições adequadas para que  as  pessoas  possam frequentar suas margens e aproveitar a natureza em volta dele.

Colhendo frutos

O Novo Rio Pinheiros já colhe alguns frutos importantes. De acordo com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, o programa já está garantindo a melhora da oxigenação e a redução do material orgânico nas águas, alcançando 90% de cumprimento das metas de limpeza do local.

Integrante do programa Novo Rio Pinheiros, a ação do córrego Zavuvus rende frutos. O projeto NÓS – Centro de Convivência e Apoio à Empregabilidade e Empreendedorismo teve sua sede reformada graças à Sabesp. O projeto beneficia mais de 1800 pessoas por ano e 12 mil de forma indireta.

Segundo dona Terezinha, líder comunitária da região, a ação do Zavuvus vai além do saneamento. “Antes estava tudo destruído. Hoje eu olho para isso aqui e não dá vontade de ir embora”.

Para Manuela, aluna do NÓS e moradora da região, o projeto vai ajudar muitas famílias. “O que a gente aprende aqui praticamos lá fora”, diz.

Após sua reinauguração, o centro de convivência conta com coworking, aulas para ampliar a empregabilidade, teatro, prática de esportes e espaço de empreendedorismo para pequenos comércios.